O julgamento entre Manson e Pogo estava marcado para começar no próximo dia 23.


Advogados envolvidos no processo trazido por um ex-membro da banda Marilyn Manson contra o goth-rocker deve estar pronto para julgamento no dia 2 de Março, um juíz disse hoje (19) em concessão, um atraso de duas semanas no caso.
O juíz do Tribunal Superior de Los Angeles, Michael L. Stern, cancelou um movimento feito pelo procurador de Stephen Bier para um adiamento de quatro meses, começando da Segunda-Feira (23) marcada para o julgamento. Ele disse que seus experts em contas precisavam de tempo para rever o novo registro financeiro da banda que eles dizem que obtiveram apenas na última semana pela defesa.

Stern questionou duas vezes o procurador de Bier, Olaf J. Miler, o porquê do expert não ter começado a olhar minuciosamente os documentos antes.
Bier, ex-tecladista do Manson, o está rocessando por mais de 20 milhões de dólares. Bier alega que Manson usou dinheiro para comprar itens Nazistas e ter pago 150 mil dólares em um anel de noivado para sua ex-mulher Dita Von Teese.
Muller trouxe caixas ao fórum hoje que ele disse conter as informações financeiras recentes. Ele disse que queria Stern para ver com os próprios olhos quanto material precisava para ser lido com atenção.
"Esses são os documentos mais importantes do caso," disse Mullher. "Eles tornam o caso de cabeça para baixo e mudam completamente a opinião dos nossos experts. Nós perguntamos a eles ano passado. Três semanas atrás nós tínhamos dito que eles não existiam."

A banda de Manson talvez tenha ganhado por volta de 40 milhões de dólares durante os últimos 12 anos, disse Muller.

O procurador de Manson, Howard E. King, questionou as queixas que foram trazidas tarde demais e que a escolha do momento era injusta para a defesa. Ele disse que o começo do julgamento deveria ser atrasado não mais que uma semana.

"Isso é jogo sujo do último nível," disse King.

King também disse que ele foi convidado a rever a nova informação, porque isso mostrará que prefere que Bier seja indenizado, ele na realidade deve à banda mais de um milhão.

O músico de 44 anos, mais conhecido pelo nome artístico Madonna Wayne Gacy, arquivou sua queixa de quebra de contrato contra Manson em Agosto de 2007.

Manson, 40, respondeu ao processo de Bier em Dezembro de 2007, alegando que ele quebrou um contrato por não participar das gravações, se apresentar em shows e ajudar a vender a banda.


Fonte: ContraCostaTimes.com










Cry Little SisterTattooed in ReverseKILL4MESAY10We Know Where You Fucking LiveMarilyn Manson - Prêmio de Ícone pela Alternative Press (2016)


ver +

facebook.com/marilynmanson
marilynmanson.com
twitter.com/marilynmanson


2008 - 2019 ® Marilyn Manson Brasil | Todos os Direitos Reservados