Em uma entrevista exclusiva mundial na Kerrang! de amanhã, Marilyn Manson fala sobre tiroteios em escolas, ou pelo menos o fato de culparem-o.

"Se tivesse um Grammy para o pedágio da morte, seria meu," Manson diz à Kerrang! "Me culpar por Columbine foi ridículo. Foi uma falta de responsabilidade por parte de todos. Se você quer culpar algo, bem, eu fui à escola Cristã. Esse é o porquê de eu escrever o que eu escrevo. Deveríamos culpar os Cristãos?"

O duplo M diz que ser ligado ao massacre de Columbine arruinou sua carreira.

"Eu perdi tudo por causa de Columbine," continua. "Tem que ter a primeira pessoa que você atira a flecha nas costas e acho que fui eu."

Para a entrevista inteira, pegue uma cópia da revista Kerrang! dessa semana.

 


Promoção The High End of Low. Participe agora! http://www.mechanicalchristbr.com/pages/highend/

Fotos:

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12

Setlist

01. Intro
02. Four Rusted Horses (Opening Titles Version)
03. Pretty As a Swastika
04. Disposable Teens
05. Irresponsible Hate Anthem
06. Leave a Scar
07. The Love Song
08. Arma-Goddamn-Motherfuckin-Geddon
09. Great Big White World
10. The Dope Show
11. WOW
12. Sweet Dreams (Are Made of This)/Rock n' Roll Nigger
13. We're from America
14. The Beautiful People
----------
15. If I Was Your Vampire

Vídeos

Four Rusted Horses (Parte 1)

Four Rusted Horses (Parte 2)

Pretty as a Swastika

Great Big White World

 

Próximo show acontece hoje, 09/06, na Eslováquia.


Promoção The High End of Low. Participe agora! http://www.mechanicalchristbr.com/pages/highend/

 

Marilyn Manson
The High End of Low
Polydor

O Deus da Foda reagrupado e rejuvenescido


RUMORES da morte de Marilyn Manson foram bem exageradas.  Parecendo firmar-se em uma trajetória descendente desde o álbum Antichrist Superstar, de 1996 – particularmente depois da saída do baixista/co-compositor Twiggy Ramirez em 2002 – o Greatest Hits de 2004, Lest We Forget, foi listado pelo próprio Manson com sua despedida, acompanhada por uma expressa intenção de concentrar-se em sua arte. Eat Me, Drink Me saiu em 2007 sem muita fanfarra. O uma vez notório Deus da Foda repentinamente ficou mais famoso por ser o ex-marido da Dita Von Teese. Mas, depois de várias formações ineficazes, uma nova esperança surgiu na forma de um velho baixista com o retorno do Twiggy em 2008. Os frutos de sua colaboração viraram o The High End of Low, talvez o melhor, mais maduro e recompensado álbum em mais de uma década.
O sucesso desse álbum deita em sua diversidade e o talento da banda por experimentar com diferentes estilos e texturas. A faixa de abertura, Devour, é uma guitarra delicadamente dedilhada que constrói algo crescente com vocais agonizados. Four Rusted Horses pula em uma direção country, como se Johnny Cash estivesse soltando sua energia através da sepultura. Arma-Goddamn-Motherfuckin-Geddon é preocupadamente reminescente de Chain Reaction da Diana Ross antes de pegar o território do Depeche Mode. Running to the Edge of the World é uma pura balada com isqueiros no alto, como I Remember You do Skid Row ou Home Sweet Home do Mötley Crüe. I Want to Kill You Like They Do in the Movies é contruída em uma linha de baixo e um riff repetitivo que gradualmente derrapa em um pesadelo que você não consegue acordar. WOW com certeza ficaria no topo das paradas se tivesse sido gravada por Kylie e Into the Fire é um lamento dolorido no piano.
Mas se você acha que Marilyn Manson ficou suave com a idade, você está errado. Ele amadureceu, mas isso só serviu para deixar a raiva mais uniforme e direta do que a raiva de querer empurrar as pessoas para o buraco. Para todas as referências pops, há uma Pretty as a ($) que, escutando com atenção, te leva de volta para a Long Hard Road Out of Hell. Ou We’re from America que poderia ser facilmente uma resposta para Amerika do RammsteinThe High End of Low é Marilyn Manson tocando para suas forças; é pop em seu mais obscuro, na forma mais entrelaçada e depravada, embrulhado em uma melancolia e desespero é inerentemente dolorido de escutar. Embora eles estejam com vergonha de que Tainted Love e Personal Jesus terem sido as músicas de mais sucesso até agora e corram com isso. The High End of Low é o álbum anti-pop perfeito, que Marilyn Manson tem ameaçado fazer desde que se tornaram mais um conceito do que uma banda. O retorno de Twiggy Ramirez trouxe a ele uma nova claridade e foco para o subversivo Deus da Foda, o Marilyn Manson, que pegou no meio das tetas da América em uma centrífuga há mais de uma década. Eles empurraram o envelope de um gênero há 13 anos e em 2009 ele estão prontos para pegar os odiadores novamente.

 

Fonte: MansonuUsa

 


Promoção The High End of Low. Participe agora! http://www.mechanicalchristbr.com/pages/highend/

Mais uma vez, o fã-site francês MarilynMansonFR disponibilizou em sua galeria, fotos do show do dia 6 de Junho, no Rock Im Park. São 5 fotos e todas tiradas por fotógrafos profissionais. Confira abaixo; para ampliar, é só clicar.

 

   

   

 


Promoção The High End of Low. Participe agora! http://www.mechanicalchristbr.com/pages/highend/

página: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 | 256 | 257 | 258 | 259 | 260 | 261 | 262 | 263 | 264 | 265 | 266 | 267 | 268 | 269 | 270 | 271 | 272 | 273 | 274 | 275 | 276 |









10.01 @ Van Buren
12.01 @ House of Blues
13.01 @ House of Blues
16.01 @ Fox Theatre
19.01 @ The Complex
20.01 @ Fillmore
23.01 @ Aztec Theatre
24.01 @ House of Blues
26.01 @ Shrine Mosque
27.01 @ Brady Theatre
[ ver mais ]

KILL4MESAY10We Know Where You Fucking LiveMarilyn Manson - Prêmio de Ícone pela Alternative Press (2016) Third Day of a Seven Day BingeThe Mephistopheles of Los Angeles


ver +

facebook.com/marilynmanson
marilynmanson.com
twitter.com/marilynmanson


2008 - 2017 ® Marilyn Manson Brasil | Todos os Direitos Reservados