Tyler Byes foi entrevistado pelo site We Are Movie Geeks e, dentre os assuntos discutidos, Tyler falou sobre como foi trabalhar com o Manson em seu novo disco:

"Acabei de finalizar o novo disco do Marilyn Manson, onde produzi e co-escrevi. Foi fantástico. Temos um ótimo relacionamento e somos muito bons amigos. Trabalhamos muito naturalmente juntos, então foi apenas nós nos divertindo. Saiu esse novo disco. Trabalhamos duro nele e aproveitamos muito. Ele trouxe à minha atenção que seria insano se eu não fizesse esse disco com ele. É, obviamente, uma oportunidade rara e é da onde eu vim - fazer discos no começo da minha carreira. Estou muito animado!"

Tyler também fala sobre o filme John Wick, que também terá uma música escrita por ele e pelo Manson.

 
Fonte: Provider Module
 
Em entrevista para o site Novinky, da República Tcheca - a banda toca em Praga no dia 12 de Agosto, Manson diz que seu próximo disco será lançado em Outubro e que a música Cupid Carries a Gun, lançada parcialmente como tema de abertura para o seriado Salem, será tocada nos shows. O álbum tem muito de blues, e Manson cita influências como Jack White e The Black Keys e diz que o disco é forte, "tem arrogância".
 
O próximo show da banda acontece na Holanda na próxima Quarta-Feira, 6 de Agosto.

Hoje, 19 de Julho, marca exatos 20 anos do lançamento do Portrait of an American Family, disco de estreia do Manson!

Neste disco, Manson aborda a sociedade Norte-Americana como um todo, principalmente suas hipocrisias morais e religiosas. Foi um prelúdio ao que viria a seguir, no Antichrist Svperstar.

O disco foi produzido por Trent Reznor, líder do Nine Inch Nails, que teve o Manson como seu primeiro artista sob o selo da Nothing Records. Todas as músicas são versões repaginadas de quando a banda ainda se chamava Marilyn Manson & the Spooky Kids; além do Manson, os principais compositores foram Daisy Berkowitz e Gidget Gein.

O site Nachtkabarett possui alguns artigos relacionados ao disco. É possível lê-los clicando nos links abaixo:

Primeiros Logos e Designs

Não vejo a verdade, não ouço a verdade, não falo a verdade; Os três macacos sábios 

Mensagens Subliminares & Backmasking 

Twin Peaks | Wrapped in Plastic 

Portrait of an American Family 

"A América alimentou a minha geração com sexo, violência e medo na televisão, e crescemos de alguma forma com isso. E então aparece o Marilyn Manson e eles querem reclamar que somos errados quando, na verdade, eles são os culpados porque eles nos fizeram assim." - Marilyn Manson, 1994

Data de lançamento: 19 de Julho de 1994
Faixas: 13
Duração: 60min
Gravadora: Interscope/Nothing
Produzido por: Marilyn Manson e Trent Reznor

1. Prelude (The Family Trip)
2. Cake and Sodomy
3. Lunchbox
4. Organ Grinder
5. Cyclops
6. Dope Hat
7. Get Your Gunn
8. Wrapped in Plastic
9. Dogma
10. Sweet Tooth
11. Snakes Eyes and Sissies
12. My Monkey
13. Misery Machine

Manson concedeu uma entrevista ao site KP.ru antes dos shows (que não ocorreram - saiba mais aqui) na Rússia e revelou o possível título de seu novo álbum. Dizemos "possível" porque a entrevista está em Russo e é difícil compreender usando uma tradução online para passar para o Português, mas ao que tudo indica, este é, sim, o nome do novo disco! Confira a breve entrevista abaixo:

Uma vez você disse que tinha uma conexão espiritual com a Rússia. O que você quis dizer?

Eu era uma criança na América na época da Guerra Fria e eu sempre quis visitar o país. Mas parecia algo muito longe de acontecer. Quando meu sonho virou realidade, fiquei feliz! Sempre admirei a arquitetura Russa, mas mais que tudo, eu gosto do idioma - soa muito melodioso. Uma mulher Russa - ah, é verdade quando dizem que são as mais lindas do mundo - quando ela fala, é bem sexy. E eu também gosto da neve, afinal, moro na Califórnia e é raro ter isso, sabe.

Antigamente você era rodeado de escândalos; Não deixavam você entrar nas cidades, pessoas tentavam bloquear as áreas. Os anos passaram e o grau de ódio das pessoas por você reduziu - as pessoas começaram a te entender?

O que seria do rock n' roll sem as brigas? Elvis Presley, The Beatles, The Rolling Stones... Sem as brigas, eles não seriam os reis do rock. Aqui estou eu agora para servir seu país que, como sabemos, a América usou. E acho que muitas pessoas veem meu show como um desafio. Mas eu acredito no que faço e, mais importante, posso explicar a mim mesmo e aos outros por que faço.

Pelo que sei, seu negócio é tocar e chocar as pessoas. O que tem te chocado ultimamente?

Torradeira elétrica! Fico maravilhado como as pessoas me chamam de shock rocker. Eu realmente tento surpreender e fazer o imprevisto, mas não é um choque. Quando eu digo que minha imagem sobrepõe-se à minha música, estou pronto para discutir isso. Elas andam de mãos dados. Então espere, vou arrasar!

O que você irá cantar em Moscou? Alguma surpresa?

Meu sonho é tocar meu novo disco, Unsympathetic Monster, que foi finalizado há três meses. Quando eu digo que há uma palavra, é muito mais forte que as dez palavras anteriores. Acho que é o meu melhor trabalho. E pela primeira vez eu irei tocar músicas novas. Ainda não sei quais.

 

Se você é fã de Marilyn Manson, sabe que, por mais que gostemos de todos os membros, um dia eles podem sair da banda. A formação que mais durou até hoje, é considerada a favorita da maioria, com o Manson no vocal, Twiggy no baixo, John 5 na guitarra, Ginger Fish na bateria e Pogo no teclado. É considerada a "formação clássica" da banda, que durou de 1998 a 2001. Após isso, presenciamos diversas mudanças e, desde o Eat Me, Drink Me, vemos, basicamente, uma nova formação a cada disco lançado e turnê inicada e agora não é diferente.

Em 2012, o Twiggy continuou na guitarra (mudou em 2009, para a surpresa de todos), o Fred Sablan entrou no baixo e o substituto do Ginger Fish, um dos membros que ficou mais tempo na banda, entre 1995 e 2011, foi o Jason Sutter. Não tivemos mais tecladista (até 2013, quando Spencer Rollins assumiu o posto) e mesmo assim a formação ficou ótima, a banda estava entrosada, Fred e Jason até tiveram participações no Born Villain - Fred é creditado na composição de Slo-Mo-Tion e Jason tocou bateria na cover de You're So Vain. Ficamos com a esperança de que esta formação permanecesse, afinal deu muito certo ao vivo, mas não foi isso que aconteceu.

Há alguns dias o Twiggy vinha postando letras soltas em seu Twitter, que acabou formando a palavra bass (baixo em Inglês). Foi uma grata surpresa, já que o Twiggy sempre foi lembrado por ser o baixista da banda.

Pouco depois, o Fred postou a seguinte mensagem, também no Twitter:

Muito amor para o meu irmão @jeordiewhite, o mestre no baixo! Tenha um ótimo show na Rússia!

E também agredeu aos fãs e, claro, ao Manson:

Obrigado por todo o amor e apoio, fãs de Manson! Vocês são os maiores!

Mais que tudo, obrigado, @marilynmanson!

Ainda ficava a dúvida se o Jason permaneceria como o baterista. A resposta não veio por ele, mas pelo Gil Sharone, que disse:

Indo para a Rússia para tocar o meu primeiro show com o Marilyn Manson... atração principal do Park Live em Moscou na noite de Sexta-Feira. #MarilynManson

Então é isso, agora a formação será:

• Marilyn Manson: Vocal
• Twiggy Ramirez: Baixo
• Tyler Bates: Guitarra
• Gil Sharone: Bateria

Ainda não é confirmado, no entanto, se o Spencer Rollins continua no teclado.

Já atualizamos o site com as biografias dos novos integrantes. Ambos, Tyler e Gil, participaram do disco novo do Manson, que deve sair ainda este ano, segundo post no Facebook.

 
 
Só queria tomar nota:

Rússia, prepare-se. SOA, prepare-se. NOVO ÁLBUM, mal pode esperar.

E, fosso para os dedos duros e suturas para as bruxas.

Leia aqui a biografia de Tyler Bates

 

Leia aqui a biografia de Gil Sharone

 
página: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 | 256 | 257 | 258 | 259 | 260 | 261 | 262 | 263 | 264 | 265 | 266 | 267 | 268 | 269 | 270 | 271 | 272 | 273 | 274 | 275 | 276 |









10.01 @ Van Buren
12.01 @ House of Blues
13.01 @ House of Blues
16.01 @ Fox Theatre
19.01 @ The Complex
20.01 @ Fillmore
23.01 @ Aztec Theatre
24.01 @ House of Blues
26.01 @ Shrine Mosque
27.01 @ Brady Theatre
[ ver mais ]

KILL4MESAY10We Know Where You Fucking LiveMarilyn Manson - Prêmio de Ícone pela Alternative Press (2016) Third Day of a Seven Day BingeThe Mephistopheles of Los Angeles


ver +

facebook.com/marilynmanson
marilynmanson.com
twitter.com/marilynmanson


2008 - 2017 ® Marilyn Manson Brasil | Todos os Direitos Reservados